Sexta, 20 de Maio de 2022
27°

Pancada de chuva

Cajazeiras - PB

Polícia RÉU

Acusado de matar Victória Albuquerque de 17 anos em Cajazeiras é condenado a mais de 17 anos de prisão

O julgamento do Galego dos Cocos ocorreu nesta terça-feira

11/05/2022 às 06h34 Atualizada em 12/05/2022 às 14h53
Por: Redação Fonte: PORTAL SERTÃO
Compartilhe:
Acusado de matar Victória Albuquerque de 17 anos em Cajazeiras é condenado a mais de 17 anos de prisão

O réu José Giunes do Nascimento Diniz, 25 anos, suspeito de matar com requintes de crueldade a jovem Victória Albuquerque que tinha 17 anos, na época do crime, foi condenado pelo júri popular de Cajazeiras a uma pena de 17 anos e três meses em regime fechado. O julgamento do Galego dos Cocos ocorreu nesta terça-feira (10) no fórum Ferreira Júnior, no centro de Cajazeiras.

Narra à denúncia que, no dia 30 de junho de 2017, o denunciado convidou a vítima, Victória Albuquerque Dias, de 17 anos na época para juntos fazerem uso de drogas, oportunidade que a levou a uma região da zona rural, no Sítio Santo Onofre, quando deu um golpe de “gravata” na vítima, asfixiando-a e a fazendo desmaiar. Em seguida, o acusado desferiu golpes de madeira contra a vítima levando-a a óbito.

A motivação do crime foi uma suposta dívida da vítima para com o acusado no valor de R$200,00. Galego dos Cocos foi o mesmo que matou jovem Thayza Criszantina Alves de Lima, 28 anos, que teve seu corpo encontrado no dia 18 de julho de 2017 dentro de um matagal, no sítio Capoeiras Sul, em Cajazeiras. Neste crime ele foi condenado a uma pena de 13 anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários