Sábado, 22 de Janeiro de 2022
29°

Poucas nuvens

Cajazeiras - PB

Justiça Tocantins

Núcleo de Operação com Cães da Polícia Penal do Tocantins celebra um ano com atuação em diversas operações policiais

Atua na movimentação de presos, na escolta de risco, na apreensão de ilícitos, além do apoio a operações de forças de segurança

14/01/2022 às 16h55
Por: Redação de Plantão Fonte: Secom Tocantins
Compartilhe:
O NOC atua em operações de segurança dentro e fora do Sistema Penal - Foto: Seciju/Governo do Tocantins
O NOC atua em operações de segurança dentro e fora do Sistema Penal - Foto: Seciju/Governo do Tocantins

A Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) celebra um ano de criação do Núcleo de Operação com Cães (NOC), instrumento de fortalecimento das ações de segurança ostensiva, sendo uma força de ação rápida da Polícia Penal do Tocantins. Criado em janeiro de 2021, o grupamento integra as forças especializadas, está ligado à Gerência de Operações e atua nas operações de movimentação de pessoas privadas de liberdade, apreensão de ilícitos, intervenções policiais, patrulhas, escolta de alto risco, busca e captura, apreensão de ilícitos, além do apoio a operações de forças de segurança coirmãs, dentro e fora do Estado.

O NOC opera atualmente com quatro cães experientes em apreensões de drogas e munições, que fazem o patrulhamento ostensivo em todo perímetro das unidades penais e 16 policiais penais, com formações táticas em diversas especializações, dentre elas: Intervenção Tática, Intervenção Prisional, Força Tática, Cinotecnia Policial, Operações com Cães, Cães de Detecção, Paraquedismo, Instrutores de Cães de Polícia, Instrutores de Intervenção Prisional, Instrutor de Armamento e tiro.

Todos as capacitações foram ministradas por meio da integração entre as Forças de Segurança Pública do Estado, bem como de grupos especializados das Forças de Segurança Estaduais e Federais, como Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal do Paraná; Polícia Militar do Tocantins, da Bahia, de Sergipe e de São Paulo; Polícia Civil do Tocantins, de São Paulo e do Maranhão; Polícia Penal do Pará, de Sergipe e de São Paulo; Guarda Metropolitana de Palmas (GMP) e do Pará, além da Marinha do Brasil do estado do Pará.

O superintendente de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional do Tocantins, Orleanes Alves, ressalta a importância do grupo especializado nas ações policiais. “A criação do NOC faz parte do Plano de Reestruturação, Reaparelhamento e Readequação do Sistema Penal, implantado pelo Governo do Tocantins e o trabalho desenvolvido pelo grupamento em operações policiais durante esse um ano foi significativo. Nosso objetivo é aparelhar ainda mais o NOC para que continuem atuando nas unidades penais e cooperando com outras forças de segurança à serviço da sociedade”, destaca o gestor.

Operações realizadas

Com um ano de atuação, o Grupo treinou quase 400 policiais penais do Tocantins e de outras forças de segurança; participou de 11 operações policiais como a operaçãoPresença, além de ter atuado em 16 operações conjuntas com outras forças de segurança do Tocantins.

O coordenador do Núcleo de Operações com Cães e o policial penal, Abraão Valença, fala sobre as diligências do NOC e a atuação do grupo desde sua criação. “Foi um ano de muito aprendizado e preparação técnica, com mais de 2.600 horas em capacitação, dos policiais penais em diversas áreas. Tivemos um elevado aproveitamento operacional e conhecimento técnico, tanto do grupamento quanto dos cães que atuam nas operações de intervenção policial, com narcóticos e no patrulhamento, além da preparação deles para detecção de explosivos”, avalia.

(Colaboração: Lauane dos Santos/Governo do Tocantins)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários