Sábado, 22 de Janeiro de 2022
30°

Poucas nuvens

Cajazeiras - PB

Educação Mato Grosso

Seduc antecipa primeira parcela do PDE de 2022 para as unidades escolares

Com essa ação, 23 milhões serão destinados às unidades escolares já no mês de dezembro

26/11/2021 às 15h25
Por: Redação de Plantão Fonte: Secom Mato Grosso
Compartilhe:
- Foto por: Adilson Rosa - Seduc MT
- Foto por: Adilson Rosa - Seduc MT

O Governo do Estado, em caráter excepcional, autorizou a antecipação da primeira parcela do Plano de Desenvolvimento da Escola (PDE) de 2022, que dispõe sobre a aplicação de recursos às unidades escolares. Com essa ação, a secretaria de Estado de educação (Seduc-MT) destinará R$ 23.290.016,04 às escolas da rede estadual de ensino já no mês de dezembro de 2021. O valor é determinado conforme o tamanho da unidade escolar – pequeno, médio ou grande porte.

O PDE é o principal investimento aplicado nas unidades escolares, pois permite aos diretores escolares o planejamento estratégico necessário para o desenvolvimento do plano pedagógico com os estudantes e profissionais da educação, cujo objetivo é a qualidade do ensino com foco na aprendizagem.

“O Governo do Estado não tem poupado esforços para transformar a educação de Mato Grosso em uma das melhores do país e ao autorizar essa ação, os gestores escolares vão preparar antecipadamente toda parte pedagógica, logo no início do calendário escolar ”, destacou o secretário Alan Porto.

Com a Instrução Normativa Nº 017/2021, publicada no Diário Oficial de quinta-feira (25.11), as despesas com materiais de uso contínuo e itens de conservação, transporte, alimentação e hospedagem da equipe escolar; pagamento de tributos e contas, entre outras ações dispostas na Normativa Nº 007/2021, poderão ser aplicados logo no início do ano letivo.

Para a diretora, Valéria Constantino Guimarães, da Escola Estadual Jonas Lopes, de Tangará da Serra, a liberação do recurso foi uma feliz surpresa que exemplifica um novo cenário na educação. Com 8 anos de experiência na gestão de escolas, a educadora afirma que já teve que se desdobrar para iniciar o ano letivo sem prejudicar a qualidade de trabalho dos professores e as aulas dos alunos.

“A principal vantagem é a possibilidade de realizar um bom cronograma de atividades. Em anos anteriores vivemos momentos de fazer aquele “famoso jeitinho” para conseguir equipar a escola. Estou contente de já em janeiro conseguir preparar o pátio da escola e realizar uma boa recepção dos professores na Semana Pedagógica”, finaliza a diretora.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários