Sábado, 19 de Junho de 2021 03:38
(83) 9.8886-4599
Política CPI DA COVID

Renan aponta ao menos 11 contradições e mentiras de Mayra Pinheiro em depoimento à CPI

O relator acrescenta ainda que, em ofício encaminhado à Secretaria de Saúde de Manaus, a secretária "considera inadmissível não usar a cloroquina e demais remédios.

26/05/2021 08h14
Por: Redação Fonte: G1-PB
Foto: reprodução (internet)
Foto: reprodução (internet)

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), apontou pelo menos onze contradições e mentiras no depoimento da secretária de Gestão do Trabalho e Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, entre elas a data em que o ex-ministro Eduardo Pazuello tomou conhecimento da falta de oxigênio em Manaus.

A equipe técnica de Calheiros elaborou um documento intitulado "destaques contraditórios do depoimento de Mayra Pinheiro", listando onze momentos em que ela ou prestou "falso testemunho" ou entrou em contradição com declarações anteriores dela ou do ex-ministro Pazuello.

São eles:

Tratamento precoce

Medicamentos para Covid

Pesquisa na área de infectologia

Cloroquina

TrateCov

OMS e Conitec

População pediátrica

Isolamento

Comando do Ministério da Saúde

Crise em Manaus

Falta de oxigênio em Manaus

Renan Calheiros, por exemplo, destaca no levantamento que Mayra Pinheiro afirmou que o Ministério da Saúde apenas recomendou o uso de cloroquina para tratamento da Covid-19. Mas no Plano Manaus, feito pelo ex-ministro Eduardo Pazuello, é dito "textualmente que se deve incentivar o tratamento precoce".

O relator acrescenta ainda que, em ofício encaminhado à Secretaria de Saúde de Manaus, a secretária "considera inadmissível não usar a cloroquina e demais remédios.

Em outro tópico, sobre o aplicativo TrateCov, o senador pontua como contradição com o ex-ministro Pazuello ela ter dito que a plataforma não foi hackeada e os dados e conteúdo não foram irregularmente alterados. Duas informações prestadas pelo ex-ministro da Saúde à CPI da Covid.

Em relação à crise de falta de oxigênio em Manaus, a secretária de Gestão do Trabalho afirmou que Eduardo Pazuello tomou conhecimento do risco de faltar o produto nos hospitais da capital do Amazonas no dia 8 de janeiro. Já o ex-ministro falou que ficou sabendo apenas no dia 10 de janeiro.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cajazeiras - PB
Atualizado às 03h26 - Fonte: Climatempo
21°
Poucas nuvens

Mín. 20° Máx. 32°

21° Sensação
15.4 km/h Vento
78.6% Umidade do ar
90% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (20/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 32°

Sol e Chuva
Segunda (21/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 33°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.