Domingo, 17 de Janeiro de 2021 01:04
(83) 9.8886-4599
Esportes CAMPEONATO PARAIBANO

Perilima entende que, se a FPF realizar o Paraibano em 2021, tem que ser no primeiro semestre

Presidente da Águia de Campina, Jailton Oliveira destaca que competição no segundo semestre seria prejudicial para equipes sem calendário e segue aguardando apoio do poder público

08/01/2021 17h24 Atualizada há 1 semana
Por: Redação Fonte: GE
Foto: reprodução
Foto: reprodução

A Perilima é um dos sete clubes que apoiaram o cancelamento do Campeonato Paraibano de 2021, sob a alegação de insuficiência financeira, uma vez que as agremiações estão sem os recursos provenientes do programa de incentivo ao esporte, do Governo do Estado. Mas o presidente da Águia de Campina, Jailton Oliveira, entrou no debate - informal até o momento - sobre a competição ser adiada para o segundo semestre, em vez de cancelada. O dirigente refuta essa hipótese e entende que, se o estadual for mantido, tem que ser mesmo na primeira metade do ano.

Desde que sete dos oito clubes da elite optaram pelo cancelamento do Paraibano de 2021, os bastidores estão fervilhando, com negociações entre dirigentes e o poder público. Mas o repasse de verbas do Governo do Estado às agremiações, referentes ao programa Paraíba Esporte Total, ainda de 2020, parece algo inviável, uma vez que o ano em questão já acabou. E, em meio a essa indefinição sobre o estadual, levantou-se a hipótese de a competição só ser realizada após a volta do público aos estádios.

O atual campeão estadual, o Treze, já declarou ser favorável ao acontecimento do campeonato apenas no segundo semestre. Assim como o Galo, o Sousa também já se posicionou e deve defender a realização do estadual após a volta da torcida aos estádios.

Acordo de leniência não tem andamento, e clubes e governo seguem sem acertos de dívidas

Presidente da Perilima cobra celeridade do Governo para liberação de recursos aos clubes

Governo libera patrocínio para Perilima e Sport-PB, e condiciona acordo de leniência para demais

Pressão dos clubes surte efeito e governo dá sinal verde para liberação de patrocínio em 2020

Já o Nacional de Patos é contra o adiamento do Paraibano, alegando que, concorrendo com as séries C e D do Brasileiro, o estadual teria que se estender por mais tempo, gerando mais custos para os clubes que disputam apenas essa competição. E é essa também a tese que o Jailton Oliveira, presidente da Perilima, defende.

- Penso que o mais viável seria no primeiro semestre. No segundo semestre, teríamos um campeonato mais longo em função das competições da CBF, o que acarretaria mais dois ou três meses de folha para os clubes que não estão nessas competições. Por outro, também comprometeria as equipes que estão jogando as competições da CBF, pois teriam que jogar quarta e domingo - destacou Jailton

Mas o dirigente máximo da Perilima mantém o discurso de que, sem apoio do poder público aos clubes, o Campeonato Paraibano de 2021 não deveria acontecer. Segundo ele, os custos com os jogos são bem mais altos que os valores que os clubes arrecadam.

- Os clubes esperam que o governador do estado tenha a sensibilidade de viabilizar um recurso que seja via FPF para que eles possam amortizar um pouco das despesas de fazer um Paraibano. Vale salientar que os clubes gastam muito mais do que o valor proposto pelo governo no programa Paraíba Esporte Total - pontuou Jailton Oliveira.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Cajazeiras - PB
Atualizado às 00h44 - Fonte: Climatempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 36°

25° Sensação
9 km/h Vento
64.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (18/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 36°

Sol com algumas nuvens
Terça (19/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 36°

Sol e Chuva