Justiça Eleitoral indefere registro de candidatura do prefeito de Cachoeira dos Índios e manda devolver fundo eleitoral

A solicitação para barrar a tentativa de reeleição de Allan foi feita pela Coligação Cachoeira Pode Mais.

Prefeito de Cachoeira dos Índios, Allan Seixas

Prefeito de Cachoeira dos Índios, Allan Seixas

A juíza Dayse Maria Pinheiro Mota, da 68¬™ zona eleitoral de Cajazeiras, indeferiu nesta segunda-feira (12), o pedido de registro de candidatura de Allan Seixas de Souza, do PSB (Coliga√ß√£o Saúde e Bem Estar de Todos – PSB e PSC).

A solicitação para barrar a tentativa de reeleição de Allan foi feita pela Coligação Cachoeira Pode Mais, alegando que o candidato estaria disputando seu terceiro mandato consecutivo.

Em síntese, a alega√ß√£o foi a seguinte: o impugnado concorreu e foi eleito em 2012, para o cargo de vice-prefeito na chapa de Francisco Dantas Ricarte, com mandato previsto entre os anos de 2013/2016, tomando posse em 01/01/2013. No dia 31/08/2016, Allan tomou posse como prefeito, em raz√£o de decis√£o da 8¬™ Vara da Justi√ßa Federal de Sousa-PB, que afastou do cargo de prefeito Francisco Ricarte Dantas.

Ao tomar posse, passou a comandar o Município de Cachoeira dos Índios, praticando atos de governo e de gest√£o, tais como nomea√ß√Ķes de agentes políticos, ordenamento de empenhos e despesas. Allan concorreu à prefeitura em 2016 e foi eleito, tendo tomado posse em 01/01/2017.

A juíza ainda mandou o socialista a devolver os recursos dos fundos eleitorais j√° depositados emm sua conta de campanha. Da decis√£o cabe recurso.