Apple tem lucro líquido de US$ 11,25 bi, alta de 18% em relação ao mesmo período de 2019

Apple tem lucro líquido de US$ 11,25 bi, alta de 18% em relação ao mesmo período de 2019

A Apple teve lucro líquido de US$ 11,25 bilhões em seu terceiro trimestre fiscal, com lucro por ação diluída de US$ 2,58, uma alta de 18% na comparação com igual período do ano anterior. Analistas ouvidos pelo FactSet previam US$ 2,05. A receita da empresa ficou em US$ 59,7 bilhões, avanço de 11% na mesma comparação à 2019. Após o balanço, a ação subia 4,93% no after hours em Nova York, às 17h52 (de Brasília). As vendas internacionais representaram 60% da receita do trimestre mais recente, apontou a Apple em comunicado. A companhia disse que o resultado foi puxado pelo crescimento de dois dígitos tanto em produtos, quanto em serviços "em cada um de nossos segmentos geográficos".

Em seu comunicado, a empresa afirmou que o momento é "desafiador", diante da pandemia causada pela Covid-19. No entanto, destacou uma iniciativa de US$ 100 milhões pela igualdade racial, além de um novo compromisso para ser neutra na emissão de carbono até 2030. O conselho da companhia declarou dividendo de US$ 0,82 por ação ordinária. Também aprovou uma divisão de quatro para uma da ação da Apple, "para tornar o papel mais acessível para uma base mais ampla de investidores".

Os resultados saíram no mesmo dia em que os Estados Unidos relataram que seu Produto Interno Bruto (PIB) entrou em colapso, caindo 32,9% no segundo trimestre, pior desempenho desde a Grande Depressão. A Apple se mostrou imune aos choques em todos os mercados e teve receita de US$ 26,42 bilhões em vendas de iPhones, bem acima das expectativas dos analistas de US$ 22,37 bilhões, de acordo com dados do IBES da Refinitiv.

* Com informações do Estadão Conteúdo