Paraíba perde mais de 3,4 mil vagas de emprego em maio de 2020, aponta Caged

Paraíba perde mais de 3,4 mil vagas de emprego em maio de 2020, aponta Caged
Pelo menos 7,9 demiss√Ķes foram registradas. Setores de servi√ßos e comércio lideraram queda no número de postos de trabalho com carteira assinada. Paraíba perde mais de 3,4 mil vagas de emprego em maio de 2020, aponta Caged

Divulgação/ Reprodução

A Paraíba perdeu mais de 3.405 vagas de emprego com carteira assinada em maio deste ano, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (29) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Governo Federal. De acordo com o levantamento, foram 7.902 demiss√Ķes no período, contra 4.497 admiss√Ķes.

Liderando a queda, o setor de servi√ßos demitiu 1.404 trabalhadores, seguido pelo comércio que registrou 871 desligamentos.

O terceiro colocado em número de demiss√Ķes foi o setor da indústria, respons√°vel por 791 demiss√Ķes. J√° o setor da constru√ß√£o notificou 621 postos de trabalho a menos.

Em sentido contrário, os segmentos de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura registraram um saldo positivo de 282 vagas de emprego.

Dos nove estados do Nordeste, a Paraíba é o sexto com o maior número de demiss√Ķes, ficando atr√°s da Bahia, Pernambuco, Cear√°, Maranh√£o e Rio Grande do Norte. Em toda a regi√£o, 136.125 postos de trabalho foram fechados.

Mesmo com o saldo negativo, houve uma redu√ß√£o de 4,7% na quantidade de demiss√Ķes em compara√ß√£o ao mês de abril, quando o estado teve 8.299 postos de trabalho desligados.