Dólar
Euro
Dólar
Euro
Dólar
Euro

ACIDENTE

Grupo que morreu em acidente grave na Bahia ia passar São João em Itaporanga, na Paraíba

De acordo com as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente envolveu três caminhões e uma caminhonete

Imagem de destaque da notícia
Grupo que morreu em acidente grave na Bahia ia passar São João em Itaporanga, na Paraíba
Acidente aconteceu na manhã desta segunda-feira (10) e envolveu três caminhões e uma caminhonete. Vítimas de acidente grave na Bahia estavam a caminho de Itapororoca, na Paraíba

As três mulheres e um homem que morreram em um acidente grave no Km 40 da BR-116 em Chorrochó, na Bahia, na manhã desta segunda-feira (10), saíram de São Paulo e iam passar São João em Itaporanga, na Paraíba. De acordo com as informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente envolveu três caminhões e uma caminhonete.

Quatro pessoas morrem após acidente entre três caminhões e um carro em rodovia da Bahia

De acordo com as informações apuradas pelo g1, o destino da viagem era o estado da Paraíba, a mais de 2 mil quilômetros de São Paulo. As três mulheres que estavam dentro do carro foram identificadas como:

Auricélia Guimarães - empresária de Itaporanga;

Alessandra Barreiro - funcionária de Auricélia;

Maria de Lourdes Barreiro - mãe de Alessandra.

Quatro pessoas morreram após o carro em que elas estavam se envolver em um acidente com três caminhões no norte da Bahia

Uma das vítimas foi identificada como Auricélia Guimarães, uma empresária de Itaporanga do ramo de bijuterias. Ela tinha duas lojas, uma em Itaporanga e outra em São Paulo.

As outras duas mulheres envolvidas no acidente são Alessandra Barreiro, que era funcionária de Auricelia em São Paulo, e a mãe dela, Maria de Lourdes Barreiro. Maria de Lourdes tinha 4 filhos, incluindo Alessandra, e era natural da zona rural de Itaporanga.

Elas estavam voltando de São Paulo para passar o São João em Itaporanga. O homem que estava dirigindo a caminhonete não teve a identidade divulgada. Ele era um motorista de São Paulo, contratado para viagem, e também morreu no local.

A direção do IML de Paulo Afonso, na Bahia, informou que os quatro corpos chegaram ao instituto no início da noite desta segunda-feira, e que só devem ser liberados após a chegada dos familiares.

Ainda segundo a PRF, o que pode ter causado o acidente também só deverá ser apontado após o trabalho da perícia. Os corpos de duas mulheres ficaram presos às ferragens, por isso foi preciso o trabalho do Corpo de Bombeiros para retirar as vítimas.

Os condutores dos caminhões não se feriram e realizaram o teste do bafômetro. O resultado foi negativo para a presença de álcool em todos eles.

Em imagens que circulam nas redes sociais é possível ver diversas peças de roupas espalhadas e ao menos um veículo capotado na rodovia.

Fonte: PORTAL SERTÃO COM G1

Comentários
Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis