PERVERSO NÃO É LOUCO, RESPEITEMOS OS LOUCOS...

Perverso é aquela pessoa que tem má índole, que pratica crueldade.

Louco é aquele que denota alterações das faculdades mentais; falta de sanidade mental.

É preciso parar de atribuir loucura a quem é perverso, pessoas perversas, não sentem remorso quando praticam maldade.

Nada aplaca a maldade da mente de uma pessoa perversa e existem muitas disfarçadas de anjos a nos rodear, que é preciso afastá-las de nós.

Em determinados momentos da nossa vida, sentimos faltar o chão, seja por crises existenciais, econômicas, políticas (em um sentido mais amplo), entre outras, o que fragiliza o emocional. Devido às incertezas ficamos vulneráveis, nos falta segurança e muitas vezes o termômetro oscila, vivemos tempos difíceis.

Encontramos pessoas depressivas e o número de suicídios tem aumentado. Existe um caos estabelecido, a sociedade está doente.

Em conversas com pessoas amigas, observamos que antidepressivos e calmantes são comuns do dia a dia de muitos, assim como a busca por psicólogos, psiquiatras, psicanalistas. É assustador... E tudo isso para amordaçar ou amortecer os sentidos, diante de uma realidade que machuca, maltrata, desagrada.

Sentimos os efeitos colaterais da vida econômica, das políticas públicas, além da degradação do meio ambiente, entre outras questões que agridem o nosso Planeta. A vida pede socorro, o Planeta Terra pede socorro.

O comportamento humano deixa a desejar. Pessoas abusam do poder e se acham com esse direito. Assistimos discursos de ódio de pessoas que não aceitam ser contrariadas. Presenciamos pessoas que agem de forma covarde, que agridem física e verbalmente; na verdade são pessoas perversas.

As pessoas maldosas são perversas, porque suas faculdades mentais estão em ordem, mas são movidas pelo prazer em machucar os outros, em ferir, em espalhar discórdia.

Essas pessoas não são loucas, não podemos desculpar comportamentos nocivos, dizendo que são loucas.

Loucura é um comportamento em que a pessoa possui alteração mental, fugindo ao controle da razão. Loucura tem tratamento e pode ser medicada, já a perversidade implica em desvio de caráter.

A solução mais viável é afastar pessoas perversas da nossa vida. Necessariamente não temos que aturar esses problemas ambulantes. Manter distância, ficar longe, para viver melhor, lembrando o que diz a palavra de Deus sobre o perverso, em Provérbios 11:20 "Abominação ao Senhor são os perversos de coração, mas os de caminho sincero são o seu deleite".

Carpe Diem