Novo herói brasileiro vem do agronegócio - e planta soja

Paranaense colheu 118 sacas de soja por hectare, mais que o dobro da mécia nacional, um feito e tanto.| Foto: Michel Willian/Arquivo Gazeta do Povo

Paranaense colheu 118 sacas de soja por hectare, mais que o dobro da mécia nacional, um feito e tanto.| Foto: Michel Willian/Arquivo Gazeta do Povo

Um deputado do PT, de Minas Gerais, entrou com uma ação de improbidade administrativa contra o presidente Bolsonaro. Ele alega que o presidente não pode afirmar que se curou da Covid-19 por causa da cloroquina.

Esse foi um momento ruim para afirmar isso. O International Journal of Infectious Diseases acaba de publicar um estudo com 2.451 pacientes que comprovou que a hidroxicloroquina não é contraindicada para cardíacos.

Os pacientes são do sistema de saúde Henry Ford, que tem 2.200 médicos, 32 mil funcionários e existe desde 1915. Eles fizeram o teste "duplo-cego", randomizado, em pessoas cardíacas e não cardíacas. Não precisa dizer mais nada.

Rei da soja

Temos um campeão no Brasil — eu chamaria até de herói. É o Laércio Dalla Vecchia, de Mangueirinha, no Paraná. Ele colheu 118 sacas de soja por hectare, a média brasileira é de 50 a 55 sacas.

Laércio demonstrou para todos os demais sojicultores que é possível duplicar a produtividade da soja no Brasil sem precisar ocupar mais espaço. Um produto que provoca muitos ganhos na nossa balança comercial.

O produtor disse que basta fazer o básico para conseguir esse resultado. Ele olhou para o céu e agradeceu o clima, mas também mostrou a terra dele que estava devidamente fertilizada, protegida e enriquecida. Isso é resultado do trabalho do agronegócio.

Nova gasolina

A qualidade da gasolina vai melhorar em agosto. Antes ela tinha 87 octanas e agora vai passar a ter 92 e durante 12 meses esse valor vai subir. A octanagem é o que permite que não haja explosão fora de hora dentro do cilindro.

Esse índice também faz com que o combustível tenha maior rendimento e necessite de menos oficina, já que o sistema de alimentação fica mais limpo. É um ganho para os brasileiros, uma modernização.

Nós já tínhamos tido um ganho no diesel. Esse combustível era cheio de enxofre, eram 2 mil partes de enxofre por milhão; agora temos o S10, que só tem 10 partes por milhão. Isso permite um maior rendimento, faz menos barulho no motor e solta menos fumaça, assim, diminuindo a poluição.

Caminho da retomada

Indústrias de vidros e tintas automotivos estão migrando da Argentina para o Brasil. isso está acontecendo porque o governo do país vizinho está querendo interferir no privado, com socializações e estatizações. O agronegócio deles está sofrendo o mesmo problema.

Mas esse é um aviso para que a população pressione os legisladores a mudar o que atrapalha o Estado brasileiro. Há problemas no sistema tributário, na burocracia e ainda tem a insegurança jurídica. É preciso fazer leis que facilitem a vida de quem quer produzir e dar emprego. Esse é o caminho da retomada.